13 janeiro 2017

EUA incluem abelha em lista de espécies ameaçadas pela primeira vez

Espécie Bombus affinis diminuiu 88% desde o ano 2000, coincidindo com degradação de 87% de seu habitat.


France Presse


Autoridades americanas anunciaram a inclusão de uma espécie de abelha que desempenha um papel importante na polinização na lista de espécies em risco de extinção. 

Resultado de imagem para Bombus affinis
Indíviduo da espécie Bombus affinis em Minnesota, nos Estados Unidos (Foto: Sarina Jepsen/The Xerces Society via AP) 

É a primeira vez que uma espécie de abelha é objeto de tal medida no território continental dos Estados Unidos, informou na quarta-feira (12) o Serviço Americano de Pesca e Fauna Selvagem (USFWS).

A decisão, que entrará em vigor em 10 de fevereiro, prevê medidas de proteção em nível nacional e a elaboração de um plano para fazer com que a população desses insetos cresça, através de fundos federais para os estados que contam com colônias destas abelhas, cujo nome científico é Bombus affinis.

A população destas abelhas - uma das cinco espécies norte-americanas -, diminuiu 88% desde o ano 2000, coincidindo com uma perda ou degradação de 87% de seu habitat, combinada com os efeitos nocivos dos pesticidas e os patógenos.

Atualmente, esta espécie está presente em apenas 13 estados do país e na província canadense de Ontário, enquanto que no final da década de 1990 estava em 31 estados americanos e em várias províncias do Canadá, segundo a USFWS, cuja decisão foi publicada no Diário Oficial. 

O Canadá incluiu a Bombus affinis na sua lista de espécies em risco de extinção já em 2012.


Postar um comentário