20 setembro 2016

Fotos mostram dimensão da seca em reservatório de água em cidade no AC

Depasa iniciou medidas para manter abastecimento em Acrelândia.

Racionamento no município deve aumentar para três dias, segundo diretor.


Quésia Melo | G1 AC

Imagens divulgadas pelo Departamento de Pavimentação e Saneamento (Depasa) mostram a situação crítica devido a crise hídrica no município de Acrelândia, interior do Acre. O reservatório de água da cidade secou mais de 1 metro em quatro dias e a expectativa é que o abastecimento seja garantido apenas por mais três dias. 


Segundo Depasa, açude é abastecido por três pequenos córregos que secaram, por isso uma queda brusca no nível do depósito (Foto: Pedro Devani/Ascom)
Segundo Depasa, açude é abastecido por três pequenos córregos que secaram, por isso uma queda brusca no nível do depósito (Foto: Pedro Devani/Ascom)

O diretor-presidente do Depasa, Edvaldo Magalhães, disse que uma equipe começou, na quinta-feira (8), a aplicar medidas para manter o abastecimento por ao menos 20 dias. Uma bomba de captação foi instalada em um reservatório menor e passou a operar.

O órgão também iniciou uma operação para transferir a água de quatro tanques de um piscicultor vizinho para o açude que abastece a cidade. Além disso, de acordo com o diretor, a partir desta sexta-feira (8), o racionamento deve aumentar de dois para três dias.

"Instalamos a bomba de captação sobre o flutuante em um açude menor e a água já está sendo bombeada para nosso reservatório. Usamos o cano com o qual o piscicultor esvazia o açude para jogar a água dentro do nosso reservatório" explica.

Magalhães explica que nesse momento o Depasa vai observar o comportamento do nível do reservatório, já que o açude está ressecado, uma boa parte do volume de água pode ser absorvido e também evaporar devido ao tempo seco.

"Digamos que a gente pule para os 25 dias com água, então, teríamos abastecimento até o início de outubro. É claro, ainda temos esperança de que chova. Estamos orando, outros rezando e alguns até fazendo a dança da chuva", destaca o diretor.

Entenda o caso

 
Na última quarta-feira (7), as medições feitas pelo Depasa apontavam que o reservatório de água em Acrelândia devia manter o abastecimento por apenas mais quatro dias. O depósito de água do município possui 2,8 metros, desde a quarta baixou mais de um metro e no ponto mais profundo marcou 75 centímetros de profundidade e chegou a marcar 25 cm em outros locais.


Acrelândia enfrenta crise hídrica e racionamento de água deve aumentar de dois para três a partir de sexta-feira (9) (Foto: Pedro Devani/Ascom )
Acrelândia enfrenta crise hídrica e racionamento de água deve aumentar de dois para três a partir de sexta-feira (9) (Foto: Pedro Devani/Ascom Governo do Acre)

O racionamento na cidade, que tem uma população de ao menos 14,1 mil pessoas, foi iniciado no dia 6 de setembro. De acordo com o Depasa, Acrelândia é banhada pelo Rio Abunã, mas o uso do manancial como fonte de abastecimento é considerado inviável porque ele fica a 17 km da zona urbana do município.

A ampliação da rede de abastecimento e a construção de uma adutora do centro da cidade até a Vila Redenção são um dos motivos apontados pelo Depasa para a queda brusca no nível do reservatório.



Postar um comentário