16 dezembro 2014

Nível do Cantareira volta a cair nesta segunda-feira

Sabesp registrou queda de 0,1 ponto percentual.
Outros sistemas registraram aumento.


Do G1 São Paulo

O nível do Sistema Cantareira, que abastece a capital paulista e cidades da Grande São Paulo, caiu novamente nesta segunda-feira (15). A chuva que atingiu a região, porém, foi suficiente para aumentar o nível de outros quatro sistemas (confira mais abaixo).

Vista aérea mostra poço seco na represa de Atibainha, parte do Sistema Cantareira, em Nazaré Paulista (SP) (Foto: Nacho Doce/Reuters)Vista aérea mostra poço seco na represa de Atibainha, parte do Sistema Cantareira, em Nazaré Paulista (SP) (Foto/ Arquivo: Nacho Doce/Reuters)

Segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), as represas do Cantareira registraram volume acumulado de 7,2%, 0,1 ponto percentual a menos que o registrado no domingo (14).

A medição ocorre em meio a um período de chuvas em São Paulo. Mas no domingo choveu 1,5 mm nas represas do Sistema Cantareira. O total no mês até agora foi de 41,2 mm, índice o abaixo da média para o mês, que é de 220,9 mm.

Excetuando as retiradas das cotas do volume morto, faz 242 dias (desde 16 de abril) que o nível do Cantareira não sobe. Na quinta-feira (11), após 26 dias de quedas consecutivas, o Cantareira ficou estável. Isso ocorreu por causa de um temporal que atingiu o estado na quarta-feira (10).

Outros Sistemas

Confira os níveis dos outros reservatórios dos sistemas que abastecem municípios do estado de São Paulo registrados nesta segunda em comparação com domingo:

- Alto Tietê: manteve-se em 10,7%;

- Guarapiranga: de 34,8% para 35,8%;

- Alto Cotia: de 30,3% para 30,6%;

- Rio Grande: de 64,3% para 65,1%;

- Rio Claro: de 25,9% para 28%.


Postar um comentário