04 novembro 2014

Infestação de tanajuras surpreende banhistas em Camburi, Vitória

Insetos mortos ocupavam 50 metros da orla neste domingo (2).
Segundo bióloga, explicação é período reprodutivo da espécie.


Do G1 ES, com informações de A Gazeta

Quem decidiu desfrutar da ensolarada manhã de domingo (2), na Praia de Camburi, em Vitória, se deparou com um fenômeno estranho sobre a faixa de areia, na altura do Banco do Brasil: uma grande quantidade de tanajuras mortas ocupava cerca de 50 metros da orla. De acordo com a doutoranda em Biologia Animal, Daniele Ferreira Mugrabi, uma possível resposta ao caso curioso é a chegada do período reprodutivo da espécie, em que os machos morrem após a cópula.

Infestação de tanajuras surpreende banhistas em Camburi (Foto: Camila Altoé/ VC no ESTV)Infestação de tanajuras surpreende banhistas em Camburi (Foto: Camila Altoé/ VC no ESTV)

Segundo Daniele, esses insetos, popularmente conhecidos como tanajuras, são formigas que pertencem ao gênero Atta. Para a bióloga, trata-se de um grupo de machos da espécie, caracterizados pelo tamanho reduzido da cabeça e pela presença de asas.

A especialista acredita que as tanajuras podem ter voado para se reproduzir, o que faz parte de um fenômeno natural chamado voo nupcial. “O período reprodutivo dessas formigas ocorre, geralmente, no início da estação chuvosa e de forma sincronizada, unindo centenas de formigas de ninhos diferentes em um único evento de cópula. Os machos, cujo único papel na colônia das formigas é de copular com a rainha, não retornam ao formigueiro e acabam morrendo de fome e exaustão pouco após a cópula”, explicou Daniele Mugrabi.

A bióloga também indicou que o fenômeno não proporciona nenhum risco à saúde dos banhistas, já que se trata de um evento natural.

Postar um comentário