03 outubro 2014

Tornado no DF derruba árvore sobre casa e deixa prejuízo de R$ 20 mil

Árvore de 20 metros caiu sobre churrasqueira e parede de imóvel vizinho.
Fenômeno foi o primeiro do tipo registrado em Brasília, segundo o Inmet.


Isabella Formiga
Do G1 DF

O tornado que se formou nesta quarta-feira (1º) resultante de uma forte tempestade no Distrito Federal provocou a queda de uma árvore de aproximadamente 20 metros de altura do quintal de uma casa na QI 1 do Lago Sul, perto da região do Aeroporto JK. A árvore caiu sobre uma churrasqueira, atingiu o muro que divide o imóvel da casa vizinha e derrubou parte da parede de concreto da casa. O prejuízo estimado em apenas uma das residências é de R$ 20 mil.



O estudante Felipe Rocha conta que estava com dois amigos no pátio da casa quando observou uma ventania forte que levantou os papéis das mesas. "Antes de começar a chover veio um vento muito forte e começou a levar cadernos e livros, e a gente tentou segurar. De repente voou tudo para o chão. Depois, uma árvore começou a balançar muito e veio para o chão", diz. "A minha cachorrinha estava embaixo do [local] da queda da árvore e conseguiu escapar na hora, mas ficou muito assustada."

Outras árvores menores caíram na sequência. O estudante conta que não sabia onde se proteger, já que dentro de casa haveria o risco de uma árvore atingir a estrutura do imóvel, e na rua temia a queda de postes. "Como estamos perto do aeroporto, foi a primeira coisa que eu pensei. Ainda bem que não tinha nenhum [avião] voando por perto na hora", diz.

O pai do estudante, Robson Rocha, disse que estava no trabalho quando recebeu um telefonema do filho falando sobre a queda da árvore. "Larguei tudo no serviço e vim para casa", diz. "Depois fomos até a casa do vizinho e encontramos o cachorro dele encolhido no canto da churrasqueira, imóvel, traumatizado. Levamos ele para nossa casa, onde ele ficou até melhorar."

Nesta quinta (2), funcionários usaram uma motoserra para remover o tronco de cima do muro que divide as duas residências. Dois contêineres ficaram cheios de galhos de árvores e madeira retiradas do quintal da família.

Árvore de aproximadamente 20 metros que caiu sobre churrasqueira e casa vizinha (Foto: Isabella Formiga/G1 DF)Árvore de aproximadamente 20 metros que caiu sobre churrasqueira e casa vizinha (Foto: Isabella Formiga/G1)

As casas pertencem ao Exército e, de acordo com Rocha, a Prefeitura Militar de Brasília vai pagar pelo prejuízo. A família afirma que o fornecimento de água foi interrompido por volta de 14h, e que, como a árvore partiu ao meio a tubulação da caixa d'água, a casa estava até o meio-dia desta quinta sem água. O imóvel também ficou sem energia até meia-noite e com goteiras.

Formação

De acordo com o professor de meteorologia da Universidade Federal de Santa Maria (RS) Ernani de Lima Nascimento, a formação de tempestades intensas nesta época do ano no Centro-Sul do Brasil (que engloba o Sul, Sudeste e Centro-Oeste) pode culminar em tornados.

“Estamos saindo do período seco, e as primeiras tempestades estão surgindo. Não podemos dizer que é algo raro”, explica Nascimento.

Para a formação de um fenômeno climático como esse, são necessários alguns “ingredientes”: atmosfera instável (quando qualquer movimento permite que o ar quente suba rapidamente), alto nível de umidade do ar e ventos intensos nos primeiros mil metros de altura. Esses três fatores, ao mesmo tempo, permitem a formação de um tornado.

Um vídeo feito pelo internauta Eduardo Viana mostra o tornado em Brasília. "Já havia visto outros tornados porque já trabalhei em outros aeroportos, mas não vi tão grandes, tão extensos", diz. "O piloto, assim que avistou [o tornado], já arremeteu por causa do perigo. Mas a gente já sabia que estava numa direção fora do aeroporto, o pessoal da meteorologia já sabia para onde iria."

Postar um comentário