08 outubro 2014

Moradores reclamam do lixo deixado nas ruas após as eleições em Goiás

Comurg estima que votação gerou 143 toneladas de sujeira em Goiânia.
Jornal Anhanguera propôs que eleitos ajudem a limpar a cidade.


Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera

Moradores de algumas cidades de Goiás estão revoltados com a quantidade de lixo deixado nas ruas após realização das eleições, no domingo (5). Santinhos e panfletos de vários candidatos foram jogados próximos aos locais de votação, produzindo, segundo a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), uma quantidade de 143 toneladas de lixo, somente na capital. Segundo o órgão, o aumento foi de 30% em relação ao último pleito.

Diante da situação, o Jornal Anhanguera 1ª edição propôs o desafio os candidatos eleitos ajudem a limpar a cidade, utilizando para do montante gasto na realização das eleições, cerca de R$ 31 milhões segundo prestação de contas feita à Justiça Eleitoral.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), Walter Calos Lemes, informou que é fácil identificar os candidatos “sujões” e puni-los. "[Eles] podem ser punidos civilmente no sentido de reparar essa sujeira através de uma indenização, uma reposição de dinheiro para o município ou estado para que esse dinheiro seja aplicado na limpeza pública", explicou.

Internautas e telespectadores fizeram questão de apoiar a iniciativa e encaminharam fotos de locais tomados pela sujeira. Veja abaixo:

Juliana Cristina Romana da Silva - Goiânia

"Eu acho uma falta de vergonha essa sujeira feita e acredito que uma excelente forma de parar com isso seria a população deixar de votar em todo e qualquer candidato que tiver seu 'santinho' espalhado nas ruas. E como mostrado nessa foto da minha rua, a sociedade não perde essa mania irracional de sujar por sujar. Vai entender o raciocínio dos mesmos."

Getúlio Borges - Goiânia

"Fotos retiradas em frente ao juizado de pequenas causas no Jardim Novo Mundo, em Goiânia. Eu acredito que os candidatos têm que ser obrigados a limpar a sujeira deles, pois é uma falta de respeito com os eleitores. E ainda uma multa para que isso não aconteça mais".

Lixo eleições Goiânia, Goiás GEtúlio (Foto: Arquivo pessoal/Getúlio Borges)Para Getúlio, polítios têm de ser obrigado a limpar sujeira (Foto: Arquivo pessoal/Getúlio Borges)
Ádamo Pinheiro - Anápolis

"Uma nojeira o que fizeram na porta da minha casa e em toda cidade [Anápolis]. Convido os candidatos e seus "capangas" a limparem nossas calçadas.

Lixo eleições Goiânia, Goiás Adamo (Foto: Arquivo pessoal/Ádamo Pinheiro)Porta da casa de Ádamo foi tomada por santinhos: 'Nojeira' (Foto: Arquivo pessoal/Ádamo Pinheiro)


Geicileny Moreira Martins - Niquelândia

"Calçada da Feira Coberta de Niquelândia ainda às 9 da manhã [de domingo]".

Lixo eleições Goiânia, Goiás Geicy (Foto: Arquivo pessoal/Geicileny Moreira Martins )A calçada da feira de Niquelândia ficou tomada por sujeira (Foto: Arquivo pessoal/Geicileny Moreira Martins )


Outros internautas também manifestaram sua revolta com a situação em emails sobre o assunto. Leia abaixo:

Emerson Alvin - Goiânia

“Só há uma maneira de fazer com que esse desrespeito termine. Proibir a confecção deste tipo de material de campanha, tornando crime eleitoral e punindo quem insistir nesta prática. É impossível conscientizar quem não tem consciência”.

Andhreia Duarte – Aparecida de Goiânia

“É uma vergonha, deveria colocá-los para catar. Não é porque temos os garis que devemos abusar. Consciência de limpeza aprendemos em casa, na verdade, educação vem de berço. Concordo com o gari da reportagem, deveriam ser punidos. Deveria ser considero boca de urna fazê-los pagar uma multa. Não é isso que os políticos mais gostam de fazer, cobrar multas”.

Euripedes Gonçalves Moreira - Anápolis

“Certo candidato faz a carreata na véspera das eleições e jogou o santinho pela rua da cidade. Onde for a sujeira vai junto. Na Avenida Pedro Ludovico mesmo está sujo de santinhos. O Colégio Estadual Américo Borges de Carvalho, onde votei, está tudo sujo. Os garis vão levar um mês para limpar. Onde os candidatos gastam o dinheiro de nosso imposto para jogar o papel fora? Desse jeito o povo não dá pra pagar imposto. Os candidatos não tem consideração com a população”.

Flaviana Lupati - Goiânia

“Parabéns pela forma de abordar o tema. Já é hora de mostrar nossa indignação frente à falta de educação dos políticos. E não adianta dizer que os responsáveis são os cabos eleitorais. Pois os políticos e partidos são quem contrata os cabos eleitorais. Uma vergonha”.

Favio Alves Pereira Filho – Quirinópolis

“Estava indo pra casa junto com dois amigos por volta de 1h de domingo quando vi o vereador Marquinho (PSC) fazendo uma chuva de santinhos em frente uma escola de Quirinópolis. Uma falta de respeito tremenda com a população, com o meio ambiente e com os garis. Tentei fotografar o veículo do vereador, mas como ele estava em alta velocidade não consegui. Aliás, é mais uma falta de respeito já que estava colocando a vida de outras pessoas em risco”.

Tiago Pamplona – Anápolis

“Não acredito que os candidatos devam separar verba de campanha para a limpeza da cidade. Mas sim seja revista todas as formas de poluição que são geradas nas campanhas, visual (banners e totens), auditiva (carros de som dentre outras) que são agressivas e não influenciam no meu ponto de vista o voto do eleitor”.

Leandro Pessoa – Rio Verde

“Aqui em nossa cidade a sujeira de santinhos está enorme. Acho que todos os candidatos deveriam pagar multa e o dinheiro delas deveria ser dividido entre os garis”.

Adriano Dantas de Lima – Itumbiara

“Porque não se faz regras para que esses candidatos que tem seu material espalhado pelas ruas tenham suas candidaturas e consequentemente seu mandato, caso eleito, cassado. Pois se não consegue respeitar as leis antes de ser eleito, imagina quando tiver imunidade parlamentar”.

Jhonata Silva – Itumbiara

“Fico indignado com a sujeira que os candidatos fizeram aqui em Itumbiara, é uma tremenda falta de respeito”.

Rafael Gonçalves Borges – Catalão

“Proposta: pegar por amostra e a cada 1000 santinhos jogados no chão cancelar 10 votos válidos que o candidato recebeu”.

Cláudia Carvalho – Aragoiânia

Na porta e adjacências das zonas eleitorais está totalmente lotado de santinhos. É um absurdo isso. Se sujam assim a cidade, imagina o que farão no congresso e na assembleia? Estou indignada”.

Ludimilla Danas – Goiânia

“A população goiana deve exigir que os candidatos eleitos limpem a cidade. Se cada um doasse 5% do salário para a prefeitura, ajudaria com certeza o orçamento. Nós, simples mortais, quando fazemos qualquer festinha no nosso prédio, pagamos taxa extra para ajudar na
limpeza.”

Netto Santos – Catalão

“Esses políticos que sujam as cidades são os que menos merecem votos. Pois com certeza é aquele que não tem consciência ambiental”.

Postar um comentário