24 setembro 2014

União Europeia aloca 180 bilhões para combate a mudanças climáticas

A União Europeia se propõe destinar um montante de 180 bilhões de euros para o combate a alterações do clima, constata um comunicado da Comissão Europeia (CE), divulgado em Bruxelas no quadro de uma cúpula sobre problemas do clima, sob os auspícios da ONU.


Voz da Rússia

No parecer do chefe da CE, José Manuel Barroso, as alterações climáticas encerram, hoje em dia, uma das ameaças mais sérias. Por isso, a UE tem vindo a dispensar uma atenção especial a esse problema.

Conforme o comunicado, a UE há já muito que se empenhou na luta contra as mudanças do clima no nosso planeta. “Colocámos uma tarefa muito importante – reduzir as emissões de CO2 na atmosfera. E essa meta está sendo cumprida. Desde 1990, as emissões tóxicas sofreram uma redução de 19%, enquanto o PIB comunitário verificou um crescimento de 45%. Deste modo, estamos mostrando que a proteção ambiental e o fortalecimento econômico podem e devem ir de mãos dadas, ressalta o documento.

No entanto, a UE pretende ir mais longe, sustenta a Comissão Europeia. A expetativa é que, até ao ano de 2013, as emissões tóxicas sejam diminuídas em 40%, podendo a poupança energética atingir a fasquia de 30%.



Postar um comentário