Quase 8,3 mil amanhecem fora de casa no RS por causa da chuva

Número de municípios atingidos pela chuva chegou aos 70, diz Defesa Civil.
Pelo menos cinco mil estão desalojados e três mil desabrigados.


Do G1 RS

Por causa da chuva dos últimos dias no Rio Grande do Sul, 8.299 pessoas amanheceram fora de casa nesta terça-feira (1). Segundo a Defesa Civil do estado, 70 municípios foram atingidos pela chuva. O temporal e as cheias dos rios deixaram 3.061 desabrigados e 5.238 desalojados.

As regiões mais afetadas são a norte e a nordeste do estado. A Defesa Civil já recebeu 18 decretos de emergência e um de calamidade pública, de Iraí.

No final de semana, pelo menos 11,5 mil chegaram a ter de deixar suas residências. Porto Mauá e Porto Xavier, perto da fronteira com a Argentina, estão entre as cidades mais prejudicadas pela chuva. No norte do estado, Iraí é o município com o maior número desabrigados: 634 pessoas.

O governador Tarso Genro deve visitar nesta terça-feira as áreas atingidas pela chuva dos últimos dias no Rio Grande do Sul. Na manhã de segunda (30), o governador se reuniu com os secretários e diretores de autarquias para tratar das ações de auxílio às famílias afetadas pela chuva no estado.

De acordo com a assessoria do Palácio Piratini, Tarso irá até a central da Defesa Civil em Frederico Westphalen, que está coordenando o atendimento aos desabrigados e desalojados e recebendo doações. Neste momento, a prioridade são as ações humanitárias.

Depois, o Piratini vai definir, junto com o governo federal, o volume de recursos que serão aplicados para tentar recuperar os prejuízos causados pela cheia.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas