Cidade chinesa tenta criar lago artificial e acaba criando um deserto em vez disso

Por Priscila Nayade | Jornal Ciência

Zhengzhou, capital da província de Henan, centro-norte da China, é atualmente uma cidade no meio de um monte de areia.

O governo quis criar um lago artificial na periferia da cidade e tudo saiu de controle de tal forma que o local se transformou em um deserto, que só tem expandido.

A areia está em toda parte – cerca de 10 metros de altura e cobre uma área equivalente a quatro campos de futebol. Naturalmente, os moradores de Zhengzhou não estão satisfeitos.




A ideia era boa no começo: os funcionários planejavam fazer um belo lago, na periferia da cidade, com uma fonte de água natural. Bastava remover as centenas de milhares de toneladas de terra da área. Infelizmente, o plano não deu muito certo. A fonte de água subterrânea secou e toda a areia cavada começou a se espalhar. Agora, o que se vê é um deserto gigantesco.

Sun Yat-Foo, um crítico do projeto, disse: "É um triunfo do planejamento central, onde tudo o que poderia ter dado errado, deu". O que era para ser uma paisagem verde se transformou em um desastre ecológico. O fracasso do lago deu lugar a enormes dunas feitas de areia fina, que está matando a vegetação na área. Ela também é levada para o centro da cidade, por meio do vento forte, arruinando carros e forçando as pessoas a usarem máscaras.

"O monte de areia tem mais de 30 metros de extensão em alguns lugares", disse Sun- Yat. "O governo local não toma quaisquer medidas de proteção para isso. Durante um período, o vento trouxe tanta poeira e areia, que ficou complicado até abrir os olhos ao ar livre”.

"Ninguém irá querer fazer negócios por aqui com este deserto na porta da loja", disse um inquilino comercial.

As autoridades estão atualmente à procura de soluções para este desastre ambiental, mas a julgar pelo tamanho das dunas de areia, é improvável que isso será resolvido em breve.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas