Chuva e ventos fortes afetam 2,4 mil pessoas e deixam 280 desabrigados

Chuva atingiu o PR entre a tarde de quarta (30) e esta quinta-feira (1º).

Ventos passaram de 77 km/h em Ponta Grossa e 60 km/h em Curitiba.


Do G1 PR

A chuva que atingiu parte do Paraná entre a tarde de quarta-feira (30) e madrugada desta quinta-feira (1º) afetou 2.486 pessoas em cinco municípios. Segundo a Defesa Civil Estadual, a maior parte das ocorrências foram por conta de alagamentos e destelhamentos. Ainda conforme a Defesa Civil, até o início desta manhã, o município mais afetado era Santo Antônio do Sudoeste, com 1,2 mil moradores atingidos. Do total de pessoas afetadas, 810 ficaram desalojadas e 280 estão desabrigadas. Ninguém ficou ferido.

Durante a madrugada desta quinta, os ventos passaram de 77 km/h em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais. Ao todo, 25 casas foram destelhadas. Em Curitiba e no litoral, os vendavais passaram de 60 km/h. Até o início da manhã, não havia casos de destelhamentos, de acordo com a Defesa Civil.

Os municípios afetados são Ampére, Francisco Beltrão, Santo Antônio do Sudoeste, São Miguel do Iguaçu e Ponta Grossa.

Transporte fluvial interrompido

Na tarde de quarta, a Marinha do Brasil determinou a interrupção do transporte de pessoas e veículos por barco entre o Brasil e o Paraguai por causa da chuva. Segundo o comandante da Capitania Fluvial do Rio Paraná, Alexandre Ernesto Correa Sampaio, a medida foi tomada por segurança. Na manhã desta quinta, o serviço já tinha sido normalizado.

Também na quarta, em Foz do Iguaçu, a Avenida das Cataratas ficou alagada, perto da ponte do Rio Tamanduá. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi até o local para ajudar os motoristas. No jardim Primavera, o Rio Boicy transbordou e invadiu várias casas. Em um trecho da Rua Flávio Cavanieri, quase todas as casas ficaram alagadas.

Segundo o Instituto Meteorológico Simepar, o volume de chuva em Foz, na quarta, foi quase o mesmo da média mensal na cidade.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas