Caçador de tempestades faz imagens do olho de supertufão nas Filipinas

BBC Brasil

Um caçador de tempestades conseguiu captar imagens do momento em que o supertufão Haiyan atingiu a cidade de Tacloban, nas Filipinas.

A passagem da tempestade provocou devastação na cidade. Estima-se que mais de 10 mil pessoas podem ter morrido somente em Tacloban.

O cinegrafista americano Jim Edds viajou à cidade especialmente para captar imagens da chegada do tufão.

As imagens do vídeo mostram árvores sendo arrancadas pelo vento e enormes ondas de chuva e de água do mar sobre as ruas desertas da cidade.

O tufão, com ventos de mais de 300 quilômetros por hora, foi classificado como um dos mais fortes já registrados.

Jim Edds afirmou ter visto dezenas de corpos na praia de Tacloban após a passagem do tufão.

Segundo ele, muitos moradores não deixaram a região a tempo e outros se refugiaram em locais muito próximos do mar e podem ter sido levados pelas águas.

Ele afirmou ter encontrado uma situação de caos no aeroporto de Tacloban ao tentar deixar a cidade, mas que conseguiu finalmente deixar o local em um avião militar que levava 200 pessoas feridas.

O tufão foi o pior desastre natural da história nas Filipinas, país acostumado com a passagem de tufões.

O presidente das Filipinas, Benigno Aquino, declarou um estado de calamidade pública para acelerar a chegada de ajuda humanitária às vítimas do tufão.

A tempestade perdeu força antes de atingir o Vietnã e o sul da China na segunda-feira (11).



Postar um comentário

Postagens mais visitadas