Chuvas e vendaval deixam dois mortos na Holanda

EFE

A queda de árvores provocadas pelas fortes chuvas e o vendaval que atingiram parte da Europa provocou a morte nesta segunda-feira de duas pessoas na Holanda, informou o serviço de emergência local para a imprensa.

Uma mulher morreu em Amsterdã após ser esmagada por uma árvore que caiu quando ela passava no local, e um homem foi atingido quando estava dirigindo seu carro nos arredores da cidade.

O temporal atravessou o Reino Unido e o Mar do Norte e atingiu zonas do norte da França, Bélgica e Holanda.

A metade oeste da Holanda está em alerta vermelha e na maior parte da Bélgica foi decretado alerta laranja em função dos ventos que alcançarão entre 100 e 120 km/h, segundo indicaram as respectivas agências meteorológicas nacionais, KNMI e IRM.

Na Holanda, o vento ocasionou alterações no tráfego por terra, mar e ar, forçando o cancelamento de trens, saídas de embarcações para as ilhas Wadden e alguns voos. Apesar disso, não há grandes problemas nos aeroportos de Schiphol e Roterdã.

Na Bélgica, não há registro de feridos até o momento, mas grandes prejuízos materiais.

A região mais castigada é a de Bruxelas, onde os bombeiros efetuaram mais de 200 saídas desde a madrugada, sobretudo pela queda de árvores e sinais de trânsito e por destroços nos telhados dos edifícios.

Em todo o país, ocorreram problemas parecidos e o trânsito ferroviário e rodoviário foi afetado, enquanto os parques e cemitérios da capital, Bruxelas, foram fechados para evitar acidentes similares aos da Holanda.

A previsão é que o vento comece a diminuir durante a tarde de hoje.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas