Tornado destrói 37 empresas em Taquarituba

Segundo dados da Prefeitura, as companhias danificadas estavam localizadas na região do Parque Industrial da cidade

Paulo Bezerra - Exame

Wikimedia Commons
Tornado
Tornado destrói 37 empresas na cidade de Taquarituba, segundo prefeitura


São Paulo – O tornado que causou destruição e deixou dezenas de desabrigados e dois mortos em Taquarituba, na região sudoeste do estado de São Paulo, também afetou o comércio e empresas locais. De acordo com nota da Defesa Civil do Estado de São Paulo, pelo menos 30 imóveis comerciais foram devastados com o forte vendaval. A prefeitura já contabiliza 37.Ainda segundo a Prefeitura, grande parte das empresas danificadas pelo fenômeno natural estava localizada na região do Parque Industrial da cidade.

Até o momento, as autoridades locais e o Sindicato dos Empregos no Comércio de Itapeva – Sincomerciários – não têm a lista completa das empresas destruídas. No entanto, sabe-se que a Dismapp Cosméticos; Zanforlim (que possuía um posto de gasolina e uma distribuidora de diesel); Maqterra, empresa de asfalto, e a Associação Comercial Industrial não resistiram aos impactos do tornado e desmoronaram.

Além disso, a Prefeitura de Taquarituba informou que 164 moradias foram danificadas e 64 pessoas ficaram feridas.

Oficiais do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil continuam atuando no local para colher mais informações. Segundo o Sincomerciários, na próxima terça-feira (24), representantes do sindicato irão à zona do Parque Industrial avaliar o estrago causado e listar as empresas danificadas.

Confira nota oficial da Defesa Civil do Estado de São Paulo:

Forte precipitação pluviométrica provoca óbitos, desabamentos, desabrigados e desalojados

A Defesa Civil Estadual foi cientificada pelo Corpo de Bombeiros, de que o município de Taquarituba, área da coordenadoria regional de Defesa Civil de Itapeva (REDEC/I-15),por volta das 16h, foi atingido por uma precipitação pluviométrica com rajadas de vento ocasionando 2 óbitos, um no desabamento do ginásio poliesportivo “ICO RODRIGUES”, deixando também várias pessoas feridas e outro no bairro Carmélia, após um ônibus da viação “Transfronteira” ser tombado pela velocidade do vento, provocando o óbito do motorista do coletivo.

Uma criança permanece internada no pronto Socorro de Itaí, devido a uma fratura exposta no braço.

Inúmeras casas e comércios foram afetados, e a coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC) ofereceu apoio de recursos humanos e materiais enviando uma equipe para apoiar nas ações suplementares, sendo que até o momento a prefeitura informou que 150 residências foram destelhadas e 30 imóveis comerciais foram afetados.

No total 63 pessoas foram encaminhadas aos hospitais da região com ferimentos leves, as quais foram medicadas e liberadas.

O abastecimento de energia elétrica foi comprometido em 50% e o sistema de telefonia foi afetado e restabelecido parcialmente; 8 pessoas foram abrigadas no Ginásio de Esportes da Vila São Vicente e um número de pessoas não contabilizada até o momento foram alojadas nas casas de parentes e amigos.


-->
Postar um comentário

Postagens mais visitadas