22 maio 2009

Gripe suína tem novo caso registrado no Brasil

Agora já são nove ocorrências confirmadas da doença no país



Depois de mais de 10 dias sem nenhum registro da doença no Brasil, um novo caso de gripe suína foi confirmado ontem, aumentando para nove o número de ocorrências no país. O anúncio foi feito pelo Ministério da Saúde na noite de ontem. O paciente voltou dos Estados Unidos para o estado de São Paulo na última terça-feira, dia 19. No dia seguinte, procurou atendimento médico. Segundo o ministério, ele está em tratamento e passa bem.

De acordo com a secretaria da Saúde de São Paulo, trata-se de um homem de 39 anos, que esteve em Nova York e apresentou os primeiros sintomas no dia do desembarque no Brasil. Ele foi atendido no Hospital Israelita Albert Einstein, mas está em isolamento domiciliar.

As outras oito pessoas que apresentaram a doença já receberam alta. Rio de Janeiro e São Paulo registraram três casos, cada um. Os demais são de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Todos as pessoas que mantiveram contato com os doentes estão sob monitoramento, segundo o Ministério da Saúde.

Como o nono caso, registrado ontem, é de uma pessoa que contraiu a doença nos EUA, o ministério mantém seu diagnóstico que não existem evidências de sustentabilidade da transmissão sustentada no país.

Até agora, porém, duas pessoas, no Rio de janeiro, contraíram a doença aqui, mas o ministério considera que houve transmissão limitada. Um deles foi um jovem de 29 anos, morador da Ilha do Governador. Ele é amigo do primeiro caso registrado no país, de um jovem de 21 anos que contraiu a gripe suína no México e pegou a doença ao compartilhar bebida com ele.

A mãe do rapaz de 29 anos também pegou a gripe. Todos já receberam alta do Hospital do Fundão, onde foram tratados. O Ministério da Saúde ainda investiga 14 casos suspeitos da gripe suína. Outras 288 suspeitas foram descartadas.

Antes de confirmar o nono caso da doença no Brasil, o governo federal havia anunciado a liberação de crédito extraordinário de R$ 129,5 milhões para combater a gripe suína.

O crédito foi liberado através de medida Provisória, publicada no Diário Oficial da União ontem. A MP determina que o valor seja repassado para que seis órgãos do Executivo tomem as providências necessárias para conter a doença.

Do total de recursos, R$ 102,4 milhões são para reforçar as ações que o Ministério da Saúde vem executando.

Eles serão utilizados na compra de equipamentos de proteção individual (máscaras, luvas, capote, gorro e avental); atividades em portos, aeroportos e fronteiras; publicidade; kits para diagnóstico laboratorial; e insumos para a produção de medicamentos; entre outras prioridades. O Brasil tem 12,5 mil tratamentos prontos contra a gripe e matéria-prima para produzir outros 9 milhões. Além disso, o país conta com 54 centros de referência preparados para tratar possíveis infectados pelo vírus.