10 setembro 2008

Vento forte causa estragos no Estado



A madrugada de sábado para domingo foi de muito vento e frio no Rio Grande do Sul. Segundo a defesa civil de Porto Alegre, não houve vítimas na Capital. As principais ocorrências foram registradas por quedas de árvores e postes de iluminação, pelo desabamento de uma estrutura metálica e de um painel de propaganda na avenida Azenha e pelo destelhamento de algumas casas na vila Mário Quintana.

O forte vento, provocado por um ciclone extratropical na costa, deixou mais de cinco mil residências sem luz. Os problemas se concentraram na zona Sul e no bairro Moinhos de Vento. No cruzamento entre as ruas Deodora e José Carlos Braga, cinco postes caíram e alguns ficaram pendendo. A velocidade máxima do vento em Porto Alegre, registrada pela MetSul Meteorologia e pelo Sistema Metroclima, ocorreu no bairro Belém Novo com 81,9 km/h, às 22h9min de sábado.

A região de Pelotas e de Rio Grande também sofreu com a ventania. O posicionamento do eixo do ciclone sobre o sul foi responsável pelas intensas precipitações. No fim da tarde de sábado Lucinara Carrilho, de 15 anos, caiu em um canal de esgoto pluvial em Pelotas e morreu. Seu corpo foi encontrado por bombeiros no começo da noite. No Litoral Norte, o vento também soprou forte, com o registro máximo de 85 km/h em Tramandaí.

De acordo com Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), os maiores problemas foram causados por interferência vegetal (árvores e galhos), que em contato com os fios provocaram desligamentos. Houve, ainda, rompimento de redes e ramais, queda de postes e queima de transformadores. Somente em Porto Alegre, até a tarde de ontem, 36 postes tiveram que ser substituídos e 13 transformadores trocados. No Litoral e na Região Metropolitana, a companhia atuou com 70 equipes. Das 8h às 17h de ontem, a CEEE recebeu 13 mil ligações, a maioria de moradores dos bairros da zona Sul e Leste da Capital e dos municípios do Litoral Norte. Até as 17h de ontem, cerca de cinco mil residências continuavam sem energia elétrica nessas regiões.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura mínima registrada ontem no Estado foi de -0,1 graus, em São José dos Ausentes, e a máxima foi de 19,8 graus, em Torres. Em Porto Alegre, a temperatura mínima foi de 8,5 graus e a máxima de 12,7 graus. A previsão para hoje no Estado é de tempo parcialmente nublado com pancadas de chuva no Norte, possibilidade de névoa nas demais regiões e de geada no planalto e na serra do Nordeste.