16 janeiro 2008

Meningite em Búzios


Isabel de Araujo

Casos de meningite em Búzios acenderam o sinal de alerta na cidade da Região dos Lagos – duas pessoas morreram e outras duas estão internadas no Rio. A fim de investigar um possível surto do tipo meningocócico da doença, uma equipe da Secretaria Estadual de Saúde e da Defesa Civil foi enviada ao município para ministrar medicamentos a pessoas próximas aos doentes.

No domingo, Rosilene Domingos dos Santos, de 14 anos, e Luciano da Costa Silva, de 18, morreram. Dois pacientes estão sob cuidados médicos, vítimas de meningite bacteriana: Shirley da Conceição de Souza, de 18, no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital São Sebastião, no Caju, e Rita de Castro Montenegro, de 46, que está no CTI do Hospital Ordem Terceira do Carmo, na Tijuca.

Secretaria de Saúde de São Gonçalo confirma morte por dengue hemorrágica


Isabel de Araujo

Ao contrário do divulgado na segunda-feira, a Secretaria de Saúde de São Gonçalo confirmou, ontem, a causa mortis da dona-de-casa Sirlene Mendonça dos Santos, de 40 anos, como dengue hemorrágica. Com isso, a mulher, que faleceu no dia 12, no Pronto-Socorro de São Gonçalo, no bairro Zé Garoto, é o primeiro óbito pela doença na cidade este ano.

A princípio, a Secretaria de Saúde do município afirmou que Sirlene teria morrido em razão de complicações da dengue clássica associada a outras doenças. Nesta terça-feira, contudo, o discurso mudou e o órgão alegou que apenas ontem foi emitida a declaração de óbito que confirmou o diagnóstico.

A Secretaria de Saúde de São Gonçalo informou ainda que, em razão do óbito, criou a "Quinta I Contra a Dengue" – força-tarefa composta por 100 agentes de saúde que visa intensificar o combate aos focos do mosquito. O primeiro dia de ação acontece amanhã e será no Rio do Ouro, bairro onde Sirlene contraiu a doença.

Indignado com a perda de Sirlene, o marido dela, Rogério Ferreira dos Santos, de 40, chegou a lamentar a falta de combate da Prefeitura.

"Deveriam ter feito estas ações quando minha mulher ainda estava aqui ao meu lado. Só não digo que agora é tarde, porque esta iniciativa poderá evitar que outras pessoas adoeçam", desabafou.

Ferreira lembrou que é preciso que a população some força à iniciativa e tome as precauções para evitar a formação de focos do mosquito.

Em 2007, segundo a Comissão Permanente de Dengue, foram notificados 2.353 casos da doença, dos quais 622 foram confirmados do tipo clássico e quatro hemorrágicos. O município registrou dois óbitos.

Entre os bairros com maior incidência, Colubandê é o primeiro, com 54 casos, seguido por Jardim Catarina e Trindade, com 49 casos cada um.

Em 2008 ainda teve levantamentos, mas a Secretaria de Saúde confirmou o caso de Sirlene com o primeiro óbito.